Calculando a distância que o módulo óptico pode alcançar

Atualizado: 5 de Out de 2018

Todos os equipamentos da FibraStore trabalham com padrões estabelecidos pelo mercado. Hoje vamos entender melhor sobre o que é a potência óptica dos módulos e quanto de sinal o módulo precisa para trabalhar sem problemas.


Durante o desenvolvimento dos módulos ópticos SFP, SFP+, XFP, QSFP, etc no momento que se testam os modelos para diferentes distâncias (10km, 20km, 40km, 80km, 100km...) considera-se uma atenuação média/km. Atualmente a referência utilizada é de 0.25dB de perda a cada km, esse valor é uma média que varia conforme o comprimento de onda que o módulo irá trabalhar. Comprimentos de onda maiores como 1490nm e 1550nm possuem uma perda por km menor que os comprimentos de onda mais curtos como 1270nm, 1310nm, 1330nm.

  • Observação: Esses valores são utilizados apenas como REFERÊNCIA, existem outros fatores que influenciam na perda e qualidade do sinal como: tipo de fibra, idade da fibra, dispersão, quantidade de fusões e emendas, trajeto da fibra, limpeza, conectores etc.


perda média por quilômetro de fibra
Atenuação/perda média por quilômetro de fibra

Considerando o cálculo de 0.25dB/km, organizamos na tabela acima algumas distâncias padrões e a perda estimada. Lembre-se que esses valores são estimados com base no padrão de mercado, sua fibra pode ter uma perda maior ou menor dependendo de n fatores.

Basicamente o módulo óptico que definir deve ter um budget óptico suficiente para vencer a atenuação de sua fibra, ou seja, deve emitir um sinal de luz forte o suficiente para que após as perdas ele ainda seja bom o suficiente para o módulo.


Como confirmar se o módulo SFP, SFP+, XFP consegue vencer determinada distância?

De forma simplificada, deve-se considerar nos dados técnicos do módulo dois dados: Tx power e Rx Sensitivity.

  • Tx Power: é a potência te transmissão do sinal, ou Optical Output Power. Significa o quão forte é o sinal de luz que o módulo emite. Esse valor varia entre uma faixa de sinal maximo e mínimo, os valores podem ser tanto positivos como negativos, sempre medidos em dBm.

Ex.: Tx Power de -1dBm a +5dBm

  • Rx Sensitivity: trata-se da sensibilidade do módulo, esse valor é o quão fraco pode ser um sinal para que o módulo ainda consiga ler o sinal. A sensibilidade do RX é sempre em números negativos pois o sinal já teve perdas durante o trajeto.

Ex.: Rx Sensitivity: até -16dBm. Nesse caso o mínimo de sinal que o módulo precisa para ler é de -16dBm.


Para se calcular o orçamento de potência ou o máximo de atenuação que ele conseguirá suportar, basta relacionar o Tx Power Máximo com o Rx Sensitivity do módulo da seguinte maneira sem considerar os sinais: Rx Sensitivity + TX Power = orçamento de potência. Confira alguns exemplos.

  • Exemplo

-Atenuação do segmento de 80km: 20dB

Módulo SFP+ 10G para 80km da FibraStore - SFP10ZR

-Tx Power: 0 a +4dBm

-Rx Sensitivity: - 23dBm

--- Cálculo

Orçamento de Potência = 23dBm + 4dBm

Orçamento de Potência = 27dB


O Orçamento de potência deve ser superior a atenuação do segmento para que possa trabalhar, no caso acima ainda existem 7dB de "margem de segurança" em cima da atenuação de 20dB.