Tipos de Fibra Óptica

Atualizado: 6 de Fev de 2020

Conheça as diferenças entre fibra óptica Multimodo e Monomodo, e vantagens e desvantagens de cada uma.


Antes de entrarmos nos detalher mais técnicos sobre os tipos de fibra, vamos primeiro enteder um pouco melhor sobre como funciona a transmissão por fibra óptica.

A transmissão de dados por fibra óptica revolucionou o mercado ao possibilitar a conexão entre diferentes pontos em distâncias ainda maiores do que o cobre (cabo de rede ou coaxial) permitia. Além da distância, conheça alguns outros benefícios da fibra óptica em relação ao cabo de cobre:

  • Fibra Óptica não sofre interferência eletromagnética

  • Atinge distâncias longas

  • Velocidade : não existe nenhuma limitação desse meio físico em relação à velocidade. Hoje já existem soluções para transmitir mais de 400Gbps por fibra óptica.

  • Tamanho reduzido: fibra óptica ocupa menos espaço que cabos de cobre

  • Facilidade de instação e manuseio: além de muito menor, a fibra também é mais flexível e leve que cabos de cobre, tornando muito mais fácil de manusear, instalar e passar por tubulações.

  • Economia e Durabilidade: é produzida a base de sílica, com custo proporcionalmente mais baixo, uma rede de fibra necessita menos equipamentos para funcionar, requer menos manutenção e tem maior vida útil.

  • Economia de Energia: por utilizar menos equipamentos e a transmissão se basear em luz e não eletricidade.

  • Infraestrutura Elástica: a fibra óptica permite conectar multiplos links utilizando exatamente a mesma infraestrutura. Para aumentar a velocidade de transmissão de determinado enlace são necessários novos cabos. (Aprenda como fazer isso em nosso post de DWDM ).

Esses são apenas alguns dos benefícios em utilizar a fibra óptica para redes de transmissão de dados. Vamos agora entender o principio de funcionamento da fibra óptica.

A fibra óptica é um fio feito de vidro ou plástico com espessura menor que um fio de cabelo.

O conceito de funcionamento da fibra é que a luz emitida em uma ponta se reflete entre as paredes desse fio, acompanhando toda a sua trajetória até a outra ponta do cabo, conforme a imagem abaixo ilustra:

Funcionamento da fibra óptica - FibraStore
Funcionamento da fibra óptica

Tipos de fibra óptica Multimodo e Monomodo

Ao olhar no mercado pode-se encontrar basicamente 2 tipos de fibra: monomodo ou multimodo, cada uma tem as suas características e indicações. Abaixo você irá conhecer um pouco mais de cada uma.



As fibras ópticas são basicamente compostas por 3 elementos: Núcleo (por onde o sinal irá trafegar), Casca (fica envolta do núcleo, evita a perda de luz e auxilia na reflexão) e Revestimento ou "Capa" (material de proteção entre o ambiente externo e a casca + núcleo).


Multimodo (MM)

Esse foi o primeiro tipo de fibra a aparecer no mercado, chamado de multimodo ou pela sigla " MM" por permitir diversos sinais de luz na mesma fibra.

A principal característica que a difere de uma fibra monomodo é a espessura maior, 50/125 ou 62.5/125 mícrons e a distância máxima menor.

O fato de a fibra multimodo possuir uma espessura maior, impacta diretamente na quantidade de reflexões que o sinal de luz irá realizar no corpo da fibra e consequentemente na perda que terá, limitando a distância máxima aos 300 metros.

Outra característica pouco comentada é o preço desse tipo de fibra. O principal elemento gerador de custo de um cabo de fibra é o núcleo de fibra, por possui um núcleo maior isso influencia em um valor mais caro para fibra do tipo multimodo.


Características da fibra multimodo (MM):

  • Espessura do núcleo 62.5/125 μm

  • Distância máxima até 300 metros ou 2km